Para se manter no G4

Text Resize

-A +A
Paraná Clube encara o Brasil, em Pelotas, em busca da reabilitação
Último treino foi no CT do Internacional, em Porto Alegre.
Felipe Dalke

O Paraná Clube entra na reta final do Campeonato Brasileiro da Série B dependendo apenas de suas forças para garantir o acesso à primeira divisão. O jogo desta terça-feira (07) é fora de casa, frente ao Brasil-RS, em Pelotas. Após o tropeço na Vila, a meta é voltar a vencer longe de sua torcida. “Estamos focados. Sabemos da dificuldade que é jogar em Pelotas, mas temos um objetivo nessa competição e vamos em busca dos três pontos”, avisou o volante Vinícius Kiss. A bola rola às 20h30, no estádio Bento Freitas.

Com a derrota para o Oeste-SP, a vantagem para o 5º colocado caiu para apenas 1 ponto. “A competição é equilibrada. Seguimos na frente e dependemos apenas do nosso trabalho para fechar a temporada no G4”, destacou o técnico Matheus Costa. O treinador não revelou qual equipe colocará em campo, mas ele conta com todo o grupo para esta decisão. O Paraná Clube precisa da vitória para se garantir na zona do acesso à elite nacional nesta rodada, onde o Oeste joga em casa frente ao Figueirense-SC.

Para os jogadores, mais uma vez será uma partida definida no detalhe. “Eles também precisam, e muito da vitória, pois brigam na parte de baixo da tabela”, comentou o capitão Eduardo Brock, que no ano passado defendia as cores do clube gaúcho. “Temos que jogar com sabedoria, pois o Brasil usa muito o fator casa”, afirmou. Nesta Série B, o time de Pelotas soma 8 vitórias, 4 empates e 4 derrotas como mandante. “Eles lutam pela permanência, nós pelo acesso. Vai ser um grande jogo”, destacou Brock.

Retrospecto

O histórico dos confrontos é de absoluto equilíbrio. São duas vitórias para cada lado, em quatro jogos realizados entre Paraná Clube e Brasil. Hoje, será apenas o segundo jogo entre os times no Bento Freitas. Ano passado, o Brasil venceu por 2x0. No último encontro, porém, nesta temporada, o Tricolor goleou por 4x1 (sob o comando interino de Matheus Costa) e ali iniciou sua arrancada nesta Série B.

Apito

O jogo desta noite terá a arbitragem de Eduardo Tomaz de Aquino Valadão, de Goiás. Ele será assistido por Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Édson Antônio de Souza (GO). O quarto árbitro será Anderson da Silveira Farias (RS).

 

Departamento de Comunicação - PRC