Estamos na final

Text Resize

-A +A
Paraná Clube despacha Coritiba e decide título com o Cascavel
Elenco tricolor comemora a classificação.
Irapitan Costa

O Paraná Clube está na final do Campeonato Paranaense Sub-19. Na tarde desta quarta-feira (13), o Tricolor eliminou o Coritiba, nos pênaltis, após novo empate no tempo regulamentar. Como ocorrera na semana passada, os clubes fizeram um clássico cheio de alternativas e com muitos gols. Com o 2x2, a definição da vaga foi para a cobrança de tiros livres e aí o time do técnico Luciano Simm levou a melhor: 6x5.

O jogo mal começou e o Coritiba já saiu na frente. Pablo escapou em velocidade e foi derrubado na área por Dias. Pênalti, que Romeu Martins cobrou com precisão. O Paraná Clube respondeu também em uma penalidade máxima. Allexson foi derrubado por Leonardo Andrade. Aos 14 minutos, Guga cobrou no canto direito: 1x1. O jogo seguiu aberto, com boas chances para os dois lados. Aos 18 minutos, Caio salvou sobre a risca o que seria o segundo gol Coxa. Do outro lado, Allan recebeu passe de Gabriel Pires e chutou para a defesa de Bruno.

No segundo tempo, a história se repetiu. Logo aos 2 minutos, num descuido de marcação, a bola tocou no braço de Jhonny Lucas. Pênalti para o Coritiba, que Pablo converteu. O Paraná seguiu atrás do empate e aos 9, um lance polêmico. Num chute da entrada da área, a bola encobriu o goleiro, tocou no travessão e bateu dentro do gol. O árbitro Luiz Alexandre Fernandes não viu e deu sequência à jogada. No lance seguinte, porém, o Tricolor empatou. O volante Matheus Silva bateu forte e Bruno não segurou: 2x2, aos 10 minutos.

O Paraná Clube sentia o desgaste da sequência de jogos – vários jogadores disputaram a Copa de Seleções Estaduais –, obrigando o técnico Luciano Simm a mexer no time. Aos 35, Andrey escapou da marcação, mas permitiu a saída de Bruno, que fez a defesa. No final, de falta, Gabriel Dias também fez o goleiro coxa-branca trabalhar. A definição, então, foi para os pênaltis. O Tricolor teve a chance de finalizar na primeira série de cinco cobranças. Yuri, do Coritiba, bateu para fora e Warley teve a chance de “matar” o jogo. Porém, também mandou sua cobrança pela linha de fundo.

Na segunda série, Marcelo marcou para o Paraná. A explosão da torcida veio quando o zagueiro Henrique bateu por cima do travessão. Placar final: Paraná 6x5. “Foram dois grandes jogos, com muito equilíbrio. As duas equipes se saíram muito bem e o empate reflete o que foi esse jogo. Felizmente fomos melhores nos pênaltis”, disse Gabriel Pires. “Agora é buscar a melhor preparação para essa final e fechar o ano com o título”, concluiu.

O Paraná jogou com Guilherme; Thawan (Gaevicz), Dias, Marcelo e Caio; Matheus Silva (Warley), Gabriel Pires e Jhonny Lucas; Allexson, Alan (Andrey) e Guga. O primeiro jogo da final será no sábado (16), em Cascavel. Na outra semifinal, o time do Oeste bateu o Londrina, hoje, no estádio do Café (2x1).

 

Departamento de Comunicação - PRC