Erro zero

Pressionado, Paraná Clube recebe o Santos, às 19h, na Vila Capanema
Claudinei espera time mais efetivo no ataque.
Foto: Geraldo Bubniak

O Paraná Clube tenta, mais uma vez, interromper a sequência de jogos sem vitória para ainda respirar no Campeonato Brasileiro. O adversário deste domingo (09) – às 19h, na Vila Capanema – é o Santos-SP, que se afastou do Z4, mas segue numa posição apenas intermediária nesta Série A. O técnico Claudinei Oliveira busca a sua primeira vitória apostando no equilíbrio. “Temos que minimizar ainda mais os erros e sermos mais efetivos nas finalizações”, analisa o treinador.

Apesar da última colocação e da baixa pontuação – 16 pontos em 23 jogos –, o Paraná tem feito jogos “de igual para igual” neste Brasileirão, mas sofrendo gols de forma frustrante, como diante da Chapecoense, quando cedeu o empate nos últimos minutos. “Vamos seguir trabalhando, sem desistir. Pelo nível dos nossos jogos, este panorama vai mudar”, afirma o meia Maicosuel, uma das opções de hoje para a formação do meio-campo.

Claudinei Oliveira não terá o volante Leandro Vilela, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Jhonny Lucas, que cumpriu automática na última rodada, pode voltar ao time. Mas, a comissão técnica tem outras opções, como Torito González e Wesley Dias. No setor ofensivo, os recém-contratados Deivid e Ortigoza e o repatriado Felipe Augusto estão à disposição para tentar mudar este cenário e recolocar o Tricolor no caminho das vitórias. “Jogamos contra a matemática. Mas, ainda é possível e vamos acreditar”, finalizou Claudinei.

Restrospecto

O Santos tem vantagem no histórico dos confrontos, com 12 vitórias contra 6 do Paraná Clube. Foram registrados 5 empates, totalizando 23 jogos entre as equipes, pela Série A do Brasileiro, Copa do Brasil e também Copa Sul-Americana. O Tricolor marcou 23 gols, contra 34 do Peixe.

Arbitragem

O jogo desta noite terá a arbitragem Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa-PA). Ele será assistido por Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Heronildo S. Freitas da Silva (PA). O quarto árbitro será o paranaense Pedro Martinelli Christino, com os adicionais Eduardo Cordeiro Guimarães (SC) e Édson da Silva (SC).

 

Departamento de Comunicação - PRC