Empate e reclamação

Árbitro não marca pênalti e Paraná Clube fica no 1x1 com o Santo André
Éder Morais e Luciano Simm trocam ideias.
Foto: Paraná Clube / Divulgação

O Paraná Clube ficou no empate (1x1) com o Santo André, na noite desta segunda-feira (07), pela segunda rodada da Copa São Paulo Júnior. Agora, o time de Luciano Simm, para seguir na competição, terá que vencer a Portuguesa e ainda depender de uma combinação. O Tricolor deixou o campo reclamando demais de uma penalidade máxima não assinalada, já nos acréscimos.

O primeiro tempo não foi bom. Lento, o time pouco perigo levou à meta do Santo André, que também nada criou. O cenário só melhorou na etapa final, com as entradas de Lucas Schmidt e Raimar. Com maior volume de jogo, o Tricolor quase marcou com Lucas Sene, aos 5 minutos. Porém, logo após a defesa de Cléber, o Ramalhão foi rápido no contra-ataque e chegou ao gol. Com Samuel Amaral.

O Paraná não se abateu. Aos 10, Raimar fez a jogada pela direita e cruzou para a finalização precisa de Lucas Sene: 1x1. O camisa 7 ainda teve duas chances reais para virar o marcador, mas parou no goleiro adversário. A polêmica ficou reservada para os minutos finais. Aos 46, Raimar cruzou e Warley mandou pra rede, mas a assistente deu a saída de bola. Pior: logo depois, em mais um cruzamento da direita, o zagueiro do Santo André caiu e meteu a mão na bola. O árbitro não deu a penalidade máxima.

O Paraná Clube jogou com Murillo Lopes; Kennidy, Carlos, Paulo Fales (Thiago) e Vitinho (Gustavinho); Kriguer (Lucas Schmidt), Matheus Silva , Wilson Tamandaré (João Vialle) e Matheus Andrade (Raimar); Warley e Lucas Sene (João Victor) . O jogo contra a Portuguesa será na próxima quinta-feira, às 17h15, no Canindé.

 

Departamento de Comunicação - PRC