Contra o líder

Parana Clube enfrenta o Palmeiras, às 17h, no Estádio do Café
Alesson vai ser o armador da equipe.
Foto: Geraldo Bubniak

O Paraná Clube encara neste domingo (18) um jogo de extremos. Em último lugar e sem chances de permanência na Série A, o Tricolor enfrenta o Palmeiras, líder da competição e grande favorito ao título. Já pensando na próxima temporada, o técnico Dado Cavalcanti aproveita o jogo para dar maior rodagem a vários garotos da base, ainda mais diante da série de desfalques para esta partida.

Richard, Alex Santana, Silvinho e Andrey estão suspensos. Porém, o Paraná conta com o retorno da zaga titular, formada por Jesiel e Renê Santos. “Vamos procurar fazer o nosso melhor e buscar um bom resultado. Sabemos que a torcida será toda do Palmeiras, mas isso não nos assusta. É sempre bom jogar em um estádio cheio, independente das cores”, disse o zagueiro Jesiel.

Com a zaga recomposta, Igor volta a atuar pela lateral-esquerda, com o consequente deslocamento de Juninho para a extrema. Outra novidade no ataque será a presença de Keslley, que já fez a sua estreia no jogo passado (derrota para o Atlético-MG, 1x0). Dado Cavalcanti também foi obrigado a mexer no meio-campo, com as entradas de Jhony Santiago e Alesson. O objetivo é projetar o futuro, mas buscando pontuar nesta reta final do Brasileirão.

Retrospecto

O Palmeiras é um dos grandes algozes do Paraná Clube. Em 25 jogos realizados, são 17 vitórias do clube paulista, contra apenas 5 do Tricolor. Ocorreram somente 3 empates entre as equipes. Números que refletem também na artilharia, com 55 gols anotados pelo Palmeiras, contra 30 do Paraná. No primeiro turno, o Palmeiras venceu por 3x0.

Apito

O jogo desta tarde terá a arbitragem de Bruno Arleu de Araújo (RJ). Ele será assistido por Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (Fifa) e Luiz Cláudio Regazone. O quarto árbitro será Gabriel Conti Viana, com os adicionais Philip Georg Bennett e Rodrigo Nunes de Sá. Todo o sexteto é do Rio de Janeiro.

 

Departamento de Comunicação - PRC