Amargo retorno

Primeiro tempo ruim compromete desempenho do Paraná Clube. Vitória agradece
Apesar da luta no 2º tempo, Paraná foi derrotado.
Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória

Ainda não foi desta vez que o Paraná Clube conseguiu vencer fora de casa. Na volta do Brasileirão, o Tricolor pecou no primeiro tempo, desperdiçou chances incríveis no segundo e sofreu mais uma derrota: 1x0 para o Vitória, em Salvador. Com o resultado, o Tricolor segue no Z4 e terá mais um jogo decisivo pela frente no próximo domingo – às 16h, na Vila Capanema – diante do América Mineiro.

Após um bom período de preparação, o Paraná chegou ao Barradão confiante num bom resultado. Mas, o primeiro tempo foi muito abaixo do esperado. Recuado e sem velocidade nas transições, o Tricolor foi pressionado pelo rival. Numa rara escapada de Igor, aos 18 minutos, ele bateu cruzado para o corte preciso do zagueiro Aderllan. Os donos da casa seguiam apertando, em faltas e escanteios.

E foi na bola parada que começou o gol do Vitória. Aos 36 minutos, após cobrança na área, a bola sobrou para Lucas Fernandes, que carimbou a trave. Na sobra, André Lima, sozinho, completou para a rede: 1x0. A reação do Paraná veio somente no segundo tempo, com as entradas de Raphael Alemão, já no intervalo, e Iacovelli, aos 19 minutos. Foi na reta final do jogo que o Tricolor assumiu o controle da partida e despediçou pelo menos duas chances reais para o empate.

Aos 33 minutos, após cruzamento de Carlos Eduardo, Silvinho subiu livre de marcação, mas errou o cabeceio e a zaga cortou sobre a risca. A derradeira chance surgiu aos 45 minutos. Após cruzamento de Igor, Raphael Alemão antecipou a marcação, mas chapou pela linha de fundo. E foi só.

 

Vitória 1x0 Paraná Clube

Vitória: Elias; Jefferson, Kanu, Aderllan e Bryan; Arouca, Fillipe Souto e Guilherme; Lan, André Lima e Lucas Fernandes. Técnico: Vagner Mancini.

Paraná Clube: Thiago Rodrigues; Júnior, Charles (Caio Henrique), Rayan e Igor; Leandro Vilela, Alex Santana e Carlos Eduardo; Léo Itaperuna (Raphael Alemão), Thiago Santos (Iacovelli) e Silvinho. Técnico: Ademir Fesan.

Local: Barradão (Salvador-BA)

Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)

Assistentes: Daniel Henrique Andrade (DF) e Ciro Chaban Junqueira (DF)

Renda: R$ 67.088,50

Público pagante: 6.358

Público total: 6.598

Gol: André Lima aos 36’ do 1º tempo

Cartões amarelos: Carlos Eduardo e Rayan (Paraná). André Lima e Arouca (Vitória)

 

Departamento de Comunicação - PRC