Linha do Tempo

Esta é a linha do tempo interativa do Paraná Clube. Nela você encontra nossas memórias em texto, áudios, fotos e vídeos que marcaram décadas. É um museu virtual que emociona e preserva nosso maior bem, a história do Paranismo.

Os anos que construíram o nosso legado serão revelados aqui a cada 15 dias.

Em um almoço que aconteceu no bairro Santa Felicidade, ainda em 1988, os dirigentes de Colorado e Pinheiros deram início ao processo de união que fez nascer o Paraná Clube. Como uma família, reunidos à mesa, eles definiram o nome da nova instituição, suas cores, símbolos e slogan. Num modesto e agora histórico guardanapo foi simbolicamente registrado o surgimento de um dos maiores clubes do Brasil.

O time do povo nasce de forma simples e eficaz para se tornar “a grande potência do Sul”.

A ideia foi se lapidando com o tempo, a gralha-azul e a araucária (símbolos do Estado do Paraná), foram anexadas à marca. O hino do clube foi composto seguindo os slogans dos dois antepassados: “o poder da realização”, do Pinheiros; e “a alegria do povo”, do Colorado. A Vila Capanema, antes patrimônio colorado, foi definida como local oficial dos jogos. Já a Sede Kennedy, herança pinheirense, como sede oficial. Depois disso o processo de oficialização ganhou corpo e concretizou o plano.

Era 19 de dezembro de 1989 quando 100 conselheiros deixaram de ser colorados e pinheirenses em nome de uma causa maior; quando duas agremiações formaram uma nação: a nação paranista.